Tipo

Reabilitação

Localização

rua Senhora do Monte, 15 – Lisboa

Data Projeto

novembro 2016

Data Obra

junho 2018

Área

592,00 m²

O processo de reabilitação deste edifício tem mérito, não só por ser uma das primeiras intervenções no local, mas porque contribuiu para a valorização do lugar e para a renovação da imagem global do bairro tradicional da Graça, tanto a nível turístico como a nível residencial.

Após a intervenção, além de um arquétipo da arquitetura habitacional de princípio do século XX, o edifício tornou-se um exemplo da técnica de azulejaria tradicional dessa época.

Neste contexto, detalhou-se um plano de intervenção que salvaguardasse as características arquitetónicas/estéticas existentes das fachadas e, por conseguinte, as enquadrasse com os novos materiais e/ou elementos do edifício. Na fachada principal procedeu-se à recuperação de cantarias, painéis de azulejos, estatuária e gradeamentos, e adicionou-se novos corpos amansardados num plano posterior. Na fachada tardoz desenhou-se uma estrutura metálica (varanda) adossada à parede exterior, com a qual se pretendeu remeter para a “arquitetura do ferro” e estabelecer ligação com a nova materialidade das mansardas de zinco.